CARREGANDO

Digite para buscar

Como verificar a situação da declaração

Após o preenchimento e envio, o contribuinte ainda tem outra tarefa: acompanhar a situação da declaração do Imposto de Renda. Isso porque, é através dessa consulta, que o declarante verifica se a restituição foi liberada ou se há inconsistências no documento que podem levá-lo para a malha fina.

situação da declaração

Quando a declaração é enviada para a Receita Federal, o órgão realiza diversas verificações através do cruzamento de informações das instituições bancárias, estabelecimentos comerciais, declarações de outras pessoas físicas e os próprios dados emitidos pelo declarante.

Após a análise, se estiver tudo certo, o documento passará ao status de processado. Caso tenha direito à restituição, a etapa seguinte será aguardar a liberação do valor. Para descobrir em qual fase a declaração está, siga os passos que explicaremos a seguir.

Verificando a situação da declaração

Através do Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAC) é possível acompanhar a situação da declaração. Para acessá-lo, é necessário o código de acesso e senha, caso não possua, veja nosso texto sobre como gerar o código de acesso ao e-CAC e faça o seu.

Após realizar o login e acessar a página principal do e-CAC, clique no item “Meu Imposto de Renda”, localizado no canto esquerdo. Localize o menu “Processamento” e, em seguida, “Pendências de Malha”, onde é possível verificar a situação da declaração deste ano ou de anos anteriores.

Para obter informações mais detalhadas, clique na opção acima, em “Extrato do Processamento”.

Ah, mas se a transmissão da declaração foi feita em nossa plataforma, é bem mais simples. Basta acessá-la e clicar na aba “Acompanhamento”, localizada na parte superior direita. Neste espaço, é possível acompanhar todas as etapas da situação da declaração.

Entenda a situação da declaração

Na consulta, tanto em nossa plataforma como no site da Receita, são utilizados alguns termos para indicar em qual etapa está a declaração. Entenda o que cada um significa:

Em processamento

A declaração foi recebida, mas o processamento ainda não foi concluído, portanto é preciso continuar acompanhando.

Processada

A declaração foi recebida, processada e está tudo certo com as informações prestadas.

Com pendências

Como o próprio nome já diz, significa que foram encontradas pendências em relação a algumas informações, por isso o contribuinte deve regularizá-las.

Em fila de restituição

Indica que o documento foi processado e, além de estar tudo certo, o contribuinte tem direito à restituição. Neste caso, o valor ainda não está disponível na conta do declarante, pois aguarda liberação.

Em análise

O documento foi recebido, mas a Receita ainda não concluiu todas as etapas de cruzamento de dados, portanto, a declaração ainda está em análise.

Retificada

Indica que foi feita uma declaração retificadora, ou seja, que o contribuinte entregou um segundo documento com informações corrigidas.

Cancelada

Pouco comum, indica que a declaração foi cancelada. Essa situação acontece, normalmente, a pedido do contribuinte, quando este não reconhece o documento entregue e alega fraude ou falsidade.

Tendo estes termos em mente, é bom ficar de olho na situação da declaração. Isso porque, caso haja pendência oriunda de erros ou omissão de informações no momento do preenchimento, o contribuinte deve realizar a retificação da declaração. Essa ação deve ser tomada o mais rápido possível, pois caso a Receita o convoque para prestar esclarecimentos, o declarante perde o direito à retificação.

Mas se a situação for contrária, e além de estar tudo certo com o documento, também haverá restituição, é possível consultar se ela será liberada no próximo lote. Para isso, basta acessar o site da Receita Federal e inserir data de nascimento e CPF.

Outra opção é ligar no Receitafone, no número 146, ou baixar o aplicativo Pessoa Física, disponível para os sistemas Android e iOS. Os próximos lotes de restituição serão liberados nas seguintes datas:

3° lote: 31 de julho
4° lote: 31 de agosto
5° lote: 30 de setembro

Vale lembrar que, apesar da declaração ter sido processada e estar tudo certo, a Receita Federal pode solicitar esclarecimento a qualquer momento, durante o período de cinco anos após a entrega do documento.

Essa situação acontece, comumente, através de intimação enviada ao contribuinte e análise de documentos entregues, por isso, guarde tudo que for comprobatório.

Conseguiu verificar a situação da declaração? Qualquer dúvida, deixe nos comentários!