CARREGANDO

Digite para buscar

Por que o símbolo do Imposto de Renda é um leão?

É comum ouvirmos a expressão “prestar contas ao leão”, para designar a entrega da declaração do Imposto de Renda. É também rotineiro lermos algo sobre o IR em revistas, jornais e portais, e nos depararmos com a imagem do felino. Mas, você sabe da onde surgiu isso? Ou melhor, por quê o símbolo do Imposto de Renda é marcado por ele?

Leão é símbolo do Imposto de Renda

A origem

No final da década de 70, a Secretaria da Receita Federal encomendou uma campanha publicitária para divulgar o Programa Imposto de Renda. Após análise de diversas propostas, a escolhida trazia o leão como símbolo da ação fiscalizadora da RFB e, em especial, do Imposto de Renda. 

De modo geral, a ação consistia em uma série de propagandas televisionadas que mostravam um leão em inúmeras situações, como entregando a declaração em uma casa e entregando o cheque de restituição a um contribuinte. A ideia veio de Neil Ferreira e José Zaragoza, da agência DPZ, atual DPZ&T.

Segundo a RFB, a escolha levou em consideração algumas das características do leão: 

“É o rei dos animais, mas não ataca sem avisar; é justo; é leal; é manso, mas não é bobo.”

Veiculação

A partir de 1980 as peças publicitárias começaram a ser veiculadas. A campanha resultou, de imediato, na adesão do público ao símbolo do leão para o Imposto de Renda. A seguir, vídeo mostra uma das peças veiculadas. 

Leão como símbolo do Imposto de Renda – TV Receita Federal

Como dito, a campanha publicitária alcançou um nível tão alto de adesão, que os dicionários adotaram a associação da imagem do felino à arrecadação do Imposto de Renda. Por exemplo, o Aurélio, em uma de suas definições, traz o conceito de leão como “órgão do governo que recebe os impostos; Receita Federal.”

Além disso, a imagem do felino aparecia não somente na televisão, mas também nos jornais.

A Receita Federal observa que, “se liga o felino à arrecadação, embora, no início a afinidade fosse forte com a fiscalização. Embora hoje em dia a Receita Federal não use a figura do leão, a imagem do símbolo ficou guardada na mente dos contribuintes.”

O que mudou com o tempo

Apesar do leão ainda estar presente nas representações do Imposto de Renda, a imagem do animal já não é utilizada pela Receita Federal.

Além disso, outro processo que também passou por mudança é a entrega da declaração. Até 1997 o documento era preenchido manualmente e entregue à RFB. A partir deste período, surgiu a declaração online, no entanto, os formulários de papel vigoraram até 2010.

Foi somente em 2014 que todo o processo de entrega da DIRPF ficou 100% online como conhecemos atualmente.


E você, já sabia disso? Tem mais alguma curiosidade que queira compartilhar conosco? Se sim, deixe nos comentários. 

Fonte: TV Receita Federal