CARREGANDO

Digite para buscar

Como declarar ganhos com Airbnb no Imposto de Renda

Você sabia que os rendimentos recebidos de aluguel através do Airbnb devem ser declarados? Pois é. 

Rendimentos com Airbnb devem ser declarados

Os contribuintes que estão dentro dos parâmetros de obrigatoriedade devem declarar estes valores à Receita Federal. Para isso, é preciso acessar o histórico de transações através do aplicativo ou site do Airbnb, que será utilizado como um demonstrativo de rendimentos.

Além de declarar os valores recebidos no Imposto de Renda, o declarante deve pagar o imposto mensal por meio do Carnê-Leão, que é uma antecipação do valor total de IR devido, que por sua vez, será abatido na declaração. Confundiu? Calma, a gente te explica!

Imposto mensal

O Carnê-Leão é um programa fornecido pela Receita que faz o cálculo mensal do imposto devido e gera a DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais). Esta, deve ser paga até o último dia útil de cada mês. 

Para gerá-la, o contribuinte deve clicar em “Demonstrativo de apuração” e, em seguida, preencher a tabela com o rendimento mensal na coluna de “Aluguéis”. Lembre-se, ainda, de inserir, caso haja, valores pagos à Previdência, quantidade de dependentes e pensão paga ou recebida. Neste último caso, tenha atenção, pois a primeira coluna de pensão é para valor recebido, enquanto a segunda é para valor pago.

Apesar de não possuir isenção parcial, como acontece com os rendimentos recebidos por motoristas de aplicativos, o proprietário pode descontar do valor a ser declarado os gastos com o imóvel, como IPTU e condomínio. 

Para exemplificar: se o anfitrião recebeu R$4 mil no mês oriundo de aluguel, mas pagou R$600 de condomínio, ele poderá calcular o imposto devido sobre R$3.400 no Carnê-Leão. No entanto, é importante que o dono do imóvel tenha em mãos os comprovantes destes pagamentos. 

Ao preencher os campos necessários, será mostrado na penúltima coluna o imposto devido, ou seja, o valor que deverá ser pago naquele mês. Para imprimir o boleto, clique na aba “Darf” e selecione o CPF do contribuinte. Em seguida, clique no mês correspondente e imprima, visualize ou gere a imagem em PDF. 

Quem não pagar o imposto devido através do Carnê-Leão, receberá multa de 0,33% do dia de atraso, limitada a 20%. Além disso, serão inclusos juros equivalentes à variação da taxa Selic no período, acrescida de 1% no mês do pagamento. 

O não pagamento do imposto em atraso sujeita o contribuinte à multa de 50% sobre o valor devido, mesmo que os rendimentos sejam informados na declaração do Imposto de Renda.

Declaração anual

Com o imposto pago através do Carnê-Leão, é preciso informar os dados no IRPF. Para isso, basta abrir o programa gerador da declaração de Imposto de Renda e importar os valores clicando em “Importações”, na parte superior esquerda do programa, e depois em “Carnê-Leão 2018”. 

Carnê-Leão para rendimentos no Airbnb

Ao fazer isso, as informações serão lançadas automaticamente no espaço de “Rendimentos Tributáveis Recebidos de PF/Exterior”, na aba “Rendimentos do trabalho não assalariado”. 

Uma outra opção é abrir o programa Carnê-Leão e exportar os valores para o programa IRPF, clicando em “Exportar para o IRPF 2020”. 

Não é assim tão difícil, certo? Então, fique atento e mantenha sempre os informes e comprovantes de despesas organizados, pois a Receita Federal pode solicitá-los a qualquer momento.