CARREGANDO

Digite para buscar

Como saber se caí na malha fina?

Após entregar a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física, a pergunta comum entre uma boa parte dos declarantes é: “e agora, como saber se caí na malha fina?”. Neste texto explicaremos como verificar a situação da declaração e, caso tenha caído na malha fina, como resolver.

caí na malha fina

Segundo a Receita Federal, mais de 1 milhão de contribuintes caíram na malha fina do Imposto de Renda 2020. De modo geral, a malha fina nada mais é que uma peneira, que traz à tona declarações que estão com alguma pendência, impossibilitando a restituição e, em alguns casos, levando à investigações mais aprofundadas sobre o contribuinte.

Por isso, a declaração do IR passa por diversas verificações, como o cruzamento de informações com as instituições bancárias, estabelecimentos comerciais e as emitidas pelo próprio declarante.

Quando o contribuinte “cai na malha fina”, a declaração fica sob análise e o declarante precisa verificar o que está sendo solicitado pela Receita. Em alguns casos, é necessário corrigir algum dado através da declaração retificadora, em outros, o órgão solicita a apresentação de determinados documentos, a fim de comprovar as informações prestadas.

Se porventura o declarante não resolver o problema, ficará com pendência junto à Receita Federal. Além disso, também poderá ter complicações em suas contas bancárias, compras, financiamentos e empréstimos.

Como verificar se caí na malha fina?

Através do Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAC) é possível acompanhar a situação da declaração. Para acessar, é preciso possui um código de acesso e senha, caso não possua, basta gerar o código através deste link.

Após acessar a página principal do e-CAC, clique no item “Meu Imposto de Renda”, localizado no canto esquerdo. Localize o menu “Processamento” e, em seguida, “Pendências de Malha”, onde é possível verificar se essa ou outras declarações estão retidas na malha fina. Se quiser informações mais detalhadas, clique na opção acima, em “Extrato do Processamento”.

Caso tenha feito a transmissão da declaração em nossa plataforma, é só acessá-la e clicar na aba “Acompanhamento”. Neste espaço, é possível acompanhar todas as etapas da situação da declaração.

Situação da declaração

Na consulta, tanto em nossa plataforma como no site da Receita, são utilizados termos como “em processamento”. Entenda o que cada um significa e fique atento ao verificar a sua:

Em processamento: a declaração foi recebida, mas o processamento ainda não foi concluído, portanto é preciso continuar monitorando.

Processada: a declaração foi recebida, processada e está tudo certo com as informações prestadas.

Com pendências: como o próprio nome já diz, significa que foram encontradas pendências em relação a algumas informações, por isso o contribuinte deve regularizá-las.

Em fila de restituição: indica que o documento foi processado, está tudo certo e o contribuinte tem direito à restituição. Neste caso, o valor ainda não está disponível na conta do declarante, pois aguarda liberação.

Em análise: significa que a Receita ainda não concluiu todas as etapas de cruzamento de dados, portanto, a declaração ainda está em análise.

Caí na malha fina, como regularizar?

Se a pendência foi oriunda de erros ou omissão de informações no momento do preenchimento, o contribuinte deve realizar a retificação da declaração. Essa ação deve ser tomada o mais rápido possível, pois caso a Receita o convoque para prestar esclarecimentos, o declarante perde o direito à retificação.

Para isso, é possível entregar a declaração retificadora através do programa da Receita Federal, ou ainda realizar as correções online, através do próprio e-CAC. Neste caso, após clicar na opção “Meu Imposto de Renda”, localize o menu “Declaração” e clique na opção “Preencher Declaração Online”.

Em seguida, selecione o ano da declaração a ser corrigida, clique no sinal de mais (+) e selecione “Retificar Declaração”. Por fim, o sistema solicitará o arquivo da declaração que precisa ser corrigida. Para encontrá-la, siga os seguintes comandos em seu computador: Disco Local > Arquivos de Programa RFB > IRPF (e o ano correspondente) > Transmitidas.

Depois é só seguir as orientações de finalização e acompanhar o processamento nos dias seguintes.

Caso a declaração tenha caído na malha fina, mas não possua erros, agende um atendimento na Receita, a fim de apresentar os documentos que comprovem as informações declaradas.

Ah, vale lembrar que devido à pandemia do Coronavírus, algumas agências estão com atendimento restrito. Verifique as unidades disponíveis e a possibilidade de atendimento.