CARREGANDO

Digite para buscar

5 despesas que motoristas de aplicativos podem deduzir

Atualmente existem 1,1 milhão motoristas de aplicativos no Brasil. Com o crescimento destes profissionais, as regras voltadas à tributação e dedução no Imposto de Renda precisam se adequar às novas vertentes do trabalho autônomo. 

Despesas dedutíveis para motoristas de aplicativos

Deste modo, os motoristas de aplicativos seguem as mesmas regras dos assalariados na hora de declarar o Imposto de Renda, ou seja, se recebeu mais de R$28.559,70 no ano ou se encaixa em qualquer um dos demais parâmetros de obrigatoriedade, será necessário declarar Imposto de Renda.

De modo geral, os contribuintes não têm contrato de prestação de serviços com a empresa, por isso,  ele é o responsável por recolher o imposto mensal. Para isso, o profissional deve utilizar o Carnê-Leão, programa da receita que auxilia na apuração do imposto devido. É também a partir do Carnê-Leão que o contribuinte importa para o IRPF os valores pagos de impostos ao longo do ano. 

Vale lembrar que o não recolhimento no decorrer do exercício pode resultar em multa, ainda que os valores sejam declarados e pagos na Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física. 

A boa notícia é que, diante dos deveres, também há os direitos. Portanto, além da isenção de 40% concedida para os rendimentos brutos decorrentes do transporte de passageiros, há ainda as despesas dedutíveis, que são descontadas sobre os 60% tributáveis, são elas:

  • IPVA e taxas de licenciamento;
  • combustível;
  • gastos com manutenção e limpeza do veículo;
  • gastos com o telefone;
  • comissão eventualmente paga a Uber.

Para isso, é imprescindível que o motorista tenha total controle de todo o valor recebido e de suas despesas através do livro-caixa. Inclusive, o programa Carnê-Leão disponibiliza um livro-caixa eletrônico. 

Por fim, tenha em mente que ao deduzir qualquer tipo de despesa, o contribuinte deve ter em mãos as comprovações fiscais. Isso porque a Receita Federal pode solicitá-los a qualquer momento durante cinco anos.


Em nosso canal no Youtube, o contador Vicente Sevilha também dá dicas sobre Imposto de Renda, como neste vídeo em que ele explica um pouco mais sobre impostos e deduções para motoristas de aplicativos.